Preciso saber desenhar para aprender design gráfico? - Ruan Braz
Indicador Indicador

O desenho é uma daquelas linguagens que todos conseguem compreender, mas nem todos aprenderam a falar.

Imagem Autor

Escrito por Ruan Braz

há 3 meses

Siga:

Ícone RedeSocial Ícone RedeSocial Ícone RedeSocial Ícone RedeSocial

Preciso saber desenhar para aprender design gráfico? Essa é uma pergunta clássica. Não é difícil entender a divisão que existe entre as pessoas que amam desenhar e as que acham difícil essa prática. Muita gente tem receio de aprender design gráfico por não saber desenhar. Parece que, por alguma razão, as pessoas acreditam que isso pode prejudicar o aprendizado.

O que geralmente acontece é que existe uma noção equivocada do que pode ser chamado de desenho e por isso acredito ser muito interessante apresentar esse conceito para, em seguida, responder a pergunta do título.

O que é desenho?

Da forma mais direta possível podemos dizer que desenho é qualquer representação gráfica feita em uma superfície. Não só como instrumento de expressão, mas também como instrumento de comunicação e, por tanto, instrumento dos designers, arquitetos, engenheiros, ilustradores, artesãos, professores e todos que precisam apresentar, de maneira clara, um conceito ou ideia.

O desenho não é exclusividade dos artistas, mas sim de todos que resolveram o aprender. Afinal, mais do que obra de arte, o desenho é uma linguagem que alguns sabem falar, mas todos compreendem.

“Você entendeu ou quer que eu desenhe?”. Essa frase mostra como as pessoas já sabem o poder que o desenho tem para apresentar ideias. O problema é que a coisa muda quando vamos pra prática. O que vemos é muita gente fugindo do lápis e do papel com medo de passar vergonha. Afinal, ainda existe uma crença de que desenho é dom.

Gosto de dividir três categorias para os desenhos. Assim fica fácil entender como existem diferentes formas de desenhar. Quando você perceber que não precisa ser um artista para fazer desenhos, você passará a utilizá-lo mais como instrumento em seus projetos do que como uma obra de arte e assim vai compreender a importância que ele tem dentro do nosso contexto. Confira a seguir as três categorias.

1. Desenho de representação

Quando precisamos transmitir uma ideia ou representar um projeto podemos fazer desenhos simples que passem o conceito. Os desenhos de representação são rascunhos criados para tirar da cabeça as ideias e gerar alternativas para os projetos; como uma materialização inicial. Essa é a maneira mais simples e útil de utilizar o desenho no seu dia a dia como designer.

Utilizei um wireframe, mas poderia ser o esboço de um produto ou logotipo por exemplo.

2. Desenho técnico

O desenho técnico é um tipo de representação fiel que tem o objetivo de expor, da forma mais correta possível, o projeto que será desenvolvido. Designers, arquitetos e engenheiros são os que mais utilizam esse tipo de desenho. No campo do design, por exemplo, ao criar uma embalagem você precisa apresentar as dimensões, cortes e proporções; para isso você desenvolve um desenho técnico.

Dica: Não coloque um copo de café em cima do projeto. Isso é coisa de fotógrafo.

3. Desenho de expressão

Esse é o tipo de desenho que a maioria das pessoas se lembram quando pensam em desenhar. O desenho de expressão, como o próprio nome já diz, é criado para expressar, de alguma forma, sentimentos e sensações. Mesmo sendo um desenho com maior liberdade ele também pode ser treinado e aprendido por qualquer pessoa. O desenho de expressão terá resultados variados de acordo com a técnica, o suporte, as ferramentas e a prática. Essa última tende a ser a maior diferença entre um profissional e um amador. Quando praticamos bastante começamos a ganhar mais personalidade e expressão.

Além da ilustração, padrões, texturas e letterings também se encaixam nessa categoria.

Ao contrário do que muita gente pensa, desenhos de expressão não são criados apenas por artistas e ilustradores. Os designers que evoluem o desenho de expressão tendem a desenvolver projetos mais ricos e originais. Isso acontece por que, ao aprimorar essa habilidade você passa a criar seus próprios elementos gráficos ao invés de utilizar os de outros designers.

Qualquer pessoa pode dominar todos os três tipos de desenho se seguir no caminho certo. Pode parecer pouco provável e eu também não acreditaria se não tivesse visto com meus próprios olhos pessoas com zero habilidade para desenho chegando a resultados incríveis. Tudo depende muito mais da prática do que qualquer outra coisa.

Então, preciso saber desenhar?

Vou ser direto ao ponto, para começar a aprender design você não precisa saber desenhar, afinal você vai aprender e ninguém começa a aprender já sabendo. Sempre digo que, para aprender design gráfico, as duas únicas coisas que você precisa é de uma intensa vontade de aprender e muita determinação para aprimorar suas habilidades.

Agora é importante que você entenda uma coisa. Para se tornar um bom designer você vai precisar saber desenhar de alguma forma. Mesmo assim você já deve ter percebido que o desenho é muito mais seu aliado do que seu inimigo.

Se você quer se tornar um designer profissional você vai precisar produzir seus próprios elementos gráficos ao invés de se prender ao que já existe na internet e, nesse caso, o desenho é a principal habilidade que você precisa desenvolver. Por isso, se você não sabe desenhar comece a praticar e se você já sabe, continue praticando. Mais a frente vou escrever um post explicando os melhores caminhos que você pode seguir para aprimorar sua habilidade com desenhos. De qualquer forma fica aqui a minha resposta para a pergunta.

Para aprender design gráfico você não precisa saber desenhar, mas para se tornar um designer profissional você precisa desenvolver essa habilidade. Existem designers que não praticam o desenho, mas esses costumam ficar na sombra dos que produzem os próprios elementos.

Quer mais conteúdo?

O fato é que o desenho é apenas uma das habilidades que os designers precisam desenvolver. Se você quer aprender mais sobre esse e outros insights faça o download do ebook Abra seus olhos, é gratuito. Esse é um material cheio de livros de referência, sacadas profissionais e um pouco da minha experiência como designer gráfico.